sexta-feira, dezembro 30, 2011

Vai uma água adicionada de atividades culturais?

Segundo o Correio da Manhã:


"Lista de produtos em que o IVA passa de 6 por cento para 13 por cento:
- Águas de nascente e águas minerais, ainda que reforçadas ou adicionadas de gás carbónico e actividades culturais."

Está bem, eu sei que as atividades * culturais são em separado, mas podiam pôr isso numa linha à parte não???

* (perdoem-me o novo acordo ortográfico, mas tenho que me habituar...)

terça-feira, dezembro 27, 2011

Fim de 2011

2011 foi um ano difícil. Lido assim, de repente, parece um chavão sobre a situação económica do nosso país. Mas em relação a isso, apesar de ter sofrido cortes orçamentais, de ter sofrido com o aumento dos preços e o aumento (se bem que ligeiro) dos juros, não me posso queixar de sobremaneira.

2011 foi, sobretudo, um ano difícil em termos pessoais. Como se tivesse acordado alguns dias, me tivesse olhado ao espelho e, surpreso, tivesse chegado à conclusão que tinha a cara virada para o lado das costas. E houve dias em que isso aconteceu mesmo (torcicolos...).

2011 foi, também por isso, um ano de emoções fortes. Uma das músicas que eu mais gosto, há mais de 10 anos, diz simplesmente que "um homem também chora quando assim tem de ser"... E este ano foi ano de muitas lágrimas. De tristeza nalguns casos, de alegria noutros, provocadas por rir nuns quantos também.

2011 está a chegar ao fim. Com ele vieram também desafios profissionais que estava longe e pensar cumprir quando o ano começou mas que me deixam muito feliz. Falo claramente da entrada na minha Universidade e dar aulas, ao mesmo tempo que adotei (sim, tenho que me habituar ao acordo ortográfico...) uma outra casa - a ESAE.

2011 está, por isso, recheado também de boas recordações. A vida não é só lamentos e, quem me conhece, sabe que não passo a vida a fazê-lo. Reflito nas decisões que tomo: quando erro (e tenho consciência disso) assumo que erro; quando penso que acerto fico de consciência mais tranquila. Não consigo esquecer os maus momentos, mas tento sempre, quando a cabeça fica fria, encontrar bons momentos que a compensem. E tenho a sorte de conseguir encontrar bons momentos este ano.

Guardo, pois, vários bons momentos de 2011. Alguns foram sendo colocados aqui no blog. Outros, por vários motivos (desde a preservação da vida pessoal até ao esquecimento), não foram aqui entrando. Os momentos e as datas mais marcantes do ano estão guardados na minha memória (parte deles em livro e uns quantos em foto). Não vou falar deles aqui simplesmente... porque não quero! Mas vou falar de um momento em particular.

Mentiria se achasse que foi o mais importante do ano. Foi muito forte, mas estava a ser injusto com várias pessoas, incluindo a própria e eu mesmo, se dissesse o contrário. O que não invalida a sua importância (e quem lá esteve sabe e sentiu que foi). Lembro-me perfeitamente no final do ano passado/início deste ano, ao som de Miguel Gameiro, o ter pedido várias vezes. A Ju e a Andresa estiveram lá sempre, ainda que longe, para me confortar nesses momentos. Mas tê-lo sem pedir foi especial. Refiro-me àquele ABRAÇO! Por isso, OBRIGADO LICÍNIA!

Mas os obrigados não ficam por aqui. Televisão, jornais, rádios e meios de comunicação chegam ao fim de um ano e elegem a personalidade do ano. Eu também o vou fazer. E aqui não tenho dúvidas... Tenho várias pessoas importantes na minha vida. Mesmo que me pedissem, não conseguia fazer uma ordenação racional das mesmas (até porque há coisas em que não há ordenação possível). Isto é como perguntar a uma criança se gosta mais da mãe ou do pai... e ainda nos arriscamos a ouvir: "Gosto mais de rebuçados!".

Esta "eleição" não é uma indicação da pessoa mais importante da minha vida - simplesmente pelo facto que não ocupa essa posição sozinho. Mas é, sem dúvida, a pessoa que para mim ao longo o ano foi a pessoa mais importante. Reforço: não tenho dúvidas! Que me perdoem todos os outros, que me perdoe a minha pequenina que é tão importante na minha vida (mesmo quando há quem duvide disso), mas a personalidade do ano para mim foi o meu Ruizinho. Porquê? Simplesmente porque uma criança consegue perceber aquilo que muitos adultos não percebem! Simplesmente isso... Porque ele esteve SEMPRE lá! Porque foi o primeiro a perceber. Porque foi o primeiro a abraçar. Porque foi provavelmente o que mais sofreu... Porque foi talvez o que mais se questionou (sem nunca ter colocado uma questão). Porque, não tenho dúvidas nenhumas, está sempre nos dois lados! Porque é, muito provavelmente, de todos os mais forte... Porque faz (e diz) as coisas sem pensar - e às vezes temos mesmo que ser assim! AMO-TE Filho!!!

Há vantagens em ser pequeno, muito pequeno. A Ana tem essa vantagem. É o meu anjinho, de língua de fora! Também te AMO! E não, não estás numa posição secundária. Simplesmente a tua pequenez protegeu-te do turbilhão que foi o 2011...

Não só por vocês, mas fundamentalmente por vocês, tudo vale a pena. Ontem valeu! (pena ter passado tão depressa).

E é assim que vai terminar o 2011 e começar o 2012. Ninguém sabe o que se passará para o ano. O que sei é que vou fazer a passagem do ano com as pessoas que mais Amo nesta vida! Posso não ter mais nada (felizmente não é verdade), posso não ter mais  ninguém (felizmente também não é verdade). Mas tenho-vos a vocês, Rui e Ana!

E valerá a pena, certamente, o fim de 2011. Literalmente, com vocês!

Post Scriptum: Obrigado Ritinha...

quinta-feira, dezembro 15, 2011

Após um óptimo jantar de aniversário, um serão de trabalho (tese, a isso obrigas). Após um banho que serviu para relaxar, no preciso momento em que acabo de vestir o pijama, toca o telemóvel. O que é que me faz sorrir, de orelha a orelha, às 3 horas da manhã? Isto...




domingo, dezembro 11, 2011

Torre e Playmobil

Chegou ao fim uma semana diferente. Com um feriado pelo meio, fui pela primeira vez à Serra da Estrela. Apesar de não haver neve, mesmo assim foi possível tirar fotos como estas... (o queijo já era!).



Foi possível fazer kms e kms consumindo 0 aos 100 (claro que a descer, porque a subir é uma desgraça!!! Por várias vezes me lembrei dos ciclistas).


A doença da Ana permitiu-me passar uma tarde ao quentinho, a vê-la dormir... agora não me venham é dizer que o despenteado sou eu!


Por fim, uma ida a Isboa (Pai: quando é que vamos à Isboa da parte de dentro?) e à Amadora, a ver brinquedos, brinquedos e mais brinquedos... e a dar um passou-bem ao Playmobil bombeiro!

segunda-feira, novembro 28, 2011

Prenda do Rui

Para todos ficarem a saber e não comprarem igual para o Natal, esta é a prenda do Ruizinho, o sonho dele: um tractor com uma pá à frente e uma pá atrás...

terça-feira, novembro 22, 2011

Não chega já?

Concurso público para iluminação de Natal e foguetes de Fim de Ano (e também animação carnavalesca, penso eu) iria custar à Madeira perto de 1,8 milhões de euros, a pagar a uma empresa de um bo(i)y local. O concurso foi anulado por queixar TOMA LÁ: ajuste directo por quase 2,3 milhões de euros... e o continente que se **** (lixe, meus amigos...).

Piscina também na Madeira (já não sei onde...) demorou 14 meses a mais do que o previsto a ser construída e custou mais uma batelada do que estava previsto. Epa, para isso esperem só uma chuvada e andem um pouco por todo o país, que temos piscina à borla...

A questão é a que coloco no título: não chega já??? Rua e prisão com essa gente, que não há mais paciência (atenção, isto não acontece só no jardim do Jardim...).

E já agora, que tanto se fala em poupança (para aqueles que conseguem poupar, claro está): venha mais um incentivo à poupança por parte do partido do antigo governo: taxa liberatória dos juros a 25%??? Meu caro Seguro... deixe você mas é mais 3,5 pontos do seu ordenado mais os bo(i)ys como você que andam por aí, não me venham mexe na ***** (treta) dos juros. Mais uma vez, quem se **** (lixa!) é a raia miúda...

segunda-feira, novembro 14, 2011

Santa estupidez...

Só uma oposição descerebrada, estúpida, idiota, burra (e muitos outros adjectivos que poderiam aqui caber) pode pedir a demissão de um ministro numa altura destas e ainda por cima indicando a forma de levar à demissão... Portugal precisa de estabilidade, para o bem ou para o mal. Mas vir dizer para o ministro da Economia se demitir e "se não tiver ideias, aproveite essa bancada e faça um gesto feio, as consequências vêm logo a seguir" é de uma estupidez aberrante! Lembrar Manuel Pinho, o seu gesto anormal e o seu mais do que lógico pedido de demissão até teria a sua piada, não fosse o autor da afirmação um deputado do próprio... partido socialista!!! Uma tirada a la Casa dos Segredos...

sábado, novembro 12, 2011

Tudo o que ajude, é bem vindo...


Apesar de certamente ainda faltar algum tempo, cada dia que passa é menos um para que essa malta pegue nas armas e queira dar porrada. Por isso tudo aquilo que puder ajudar é bem vindo.

De uma forma breve, pode-se dizer que a tese é constituída por 4 estudos:
 1 - um que relaciona a entropia com a abstenção (trabalho apresentado na Grécia);
 2 - um que analisa a integração financeira com uma metodologia econométrica relativamente recente (trabalho apresentado no Japão);
 3 - um que estima funções de utilidade através dessa mesma metodologia econométrica;
 4 - um que analisa dependência dos mercados financeiros (trabalho apresentado em Gales).

Depois do estudo número 2 ter sido aceite para publicação no ano passado (Adopt the euro? The GME approach - Journal of Economic Interaction and Coordination, vol. 5(2), pages 231-247), esta semana tive a notícia de que o primeiro também foi aceite para publicação. O que ajuda depois a que a pancada doa menos, lá mais para a frente...


sexta-feira, novembro 11, 2011

Crescem tão rápido...

Este é um lugar (tão) comum para quem tem filhos... Quando, após 2 ou 3 meses de nascerem já não cabem na palma da mão; quando começam a andar; quando começam a falar; quando aparece mais um dente; quando não cabem nas calças (como alguém me disse ontem...); quando, quando, quando...

Para quem, como eu, tem 2 pimpolhos, parece que o tempo passa a dobrar, pois acontecem coisas destas quase todos os dias. Hoje foi mais um momento daqueles em que ficamos a pensar nisto. Porquê? Porque o Rui me presenteou com um "Eu não caibo!". Por que razão a mais simples das expressões nos deixa tão orgulhosos?

quinta-feira, novembro 10, 2011

Aceite!!! :)

Electoral results: can entropy be a measure of the population dissatisfaction?

quinta-feira, novembro 03, 2011

Asneira...

Às vezes mais vale fechar a barraca, para não dizer asneiras... Isto não é necessariamente verdade!!!

quarta-feira, novembro 02, 2011

Parabéns!

Aos já tradicionais Parabéns ao meu Pai, este ano junta-se mais um: Parabéns Rita! Beijinhos aos dois.

terça-feira, novembro 01, 2011

Parabéns UÉ!

Pertenço a esta casa já há mais de 12 anos, com algum (pouco) tempo de intermitência. Nesta casa já fui aluno de Licenciatura, de Mestrado, Assistente de Investigação, colaborador com um Centro de Estudos, aluno de Doutoramento, Assistente Convidado para ir dar umas aulas a Angola (onde a propósito estava há 3 anos atrás), Investigador e finalmente aquilo por que lutei durante muito tempo: ser docente na própria UÉ (Assistente Convidado novamente). Este é, por isso, o primeiro aniversário desta casa em que dou aulas por lá.

Por mais que aconteçam coisas naquela casa (que agora até está relativamente calma), ela é a minha casa. Onde eu gosto de estar. E onde quero continuar a voar nas asas da minha pomba!

segunda-feira, outubro 31, 2011

A piada da rádio

Ouvir rádio tem também os seus momentos de piada. Hoje tive dois, um de manhãzinha e outro mais à tarde.

De manhã ouvi qualquer coisa como o seguinte: "Hoje é o dia em que se espera que nasça o habitante 7 mil milhões do planeta Terra. Estima-se que o nascimento seja na Ásia ou em África. Faz sentido, pois são os planetas mais populosos." Numa altura em que todos nos rimos com as barbaridades da casa dos segredos esta pérola vem... da Rádio Comercial.

Mas se isto é suficiente para uma pessoa se rir, o que vem a seguir deixa de boca aberta. Acontece num anúncio publicitário da Alfamed (seja lá o que isso for). Qualquer coisa que tem a ver com emagrecimento. Surge um indivíduo e diz: "Estou muito satisfeito! Hoje estive com o meu cardiologista e ele disse-me que estava 2kg mais magro." Só espero que não tenhas pago a consulta, caso contrário acho que foste aldrabado...

domingo, outubro 23, 2011

Adivinha

Já agora, a meio do almoço, o Rui propôs-me uma adivinha: "Pai, o que é que é grande e tem muitas janelas?". Tentem adivinhar na caixa de comentários, que eu ponho a resposta um dia destes...

O Rui no castelo...

Não há fotos... mas há imagens que ficam na nossa cabeça. O Rui tem uma adoração relativamente grande pelo D. Afonso Henriques, a ponto de cantar com frequência a seguinte música:

"Afonso nasceu valente
com um sonho principal
ter coragem p'ra criar
o reino de Portugal."

Hoje convidei-o para ir ao castelo e os olhos dele brilharam. Fomos até Monsaraz. Almoçámos por lá e depois lá fomos ao castelo. À entrada na porta os olhos dele brilharam!!! Não tenho bem a certeza, mas acho que foi o primeiro castelo que ele entrou. Para quem olha para as muralhas circundantes da nossa cidade e lhe chama castelo, porque tem ameias, é um grande avanço. Lá andou todo contente, subiu as escadas de pedra, ficou abismado com as "janelas" do castelo e triste quando voltámos para o carro...

quinta-feira, outubro 20, 2011

Feliz aniversário... para mim!!!

O blog cumpre hoje o seu sexto ano de vida! Apesar dos travões que teve nos últimos meses, o objectivo é o mesmo que quando foi criado: continuar a divertir a malta por aqui... E como tal, recorri ao maluco do Vasco Palmeirim para dar os parabéns a mim próprio!!! E viva... a Jessica Beatriz!

segunda-feira, outubro 17, 2011

Pelos vistos a lucy está grávida e a criança vai-se chamar...

Nynguemkeér Omêpaay

(cortesia http://a-mao-de-vata.blogspot.com/2011/10/pelos-vistos-lucy-esta-gravida-e.html)

Acham que é preciso pedir?

Notícia do Correio da Manhã:

"PAN pede aos madeirenses que abdiquem de comer carne uma vez por semana"

Eu diria até que o PAN (seja lá do que for este partido, tem umas iniciais... estranhas!!!) nem precisa pedir isto aos madeirenses nem aos açorianos ou aos continentais... os nossos governantes do passado e os actuais já se encarregaram disto!

sexta-feira, outubro 14, 2011

A sorte do Rui!

Ruizinho: o leite com chocolate afinal não vai passar dos 6% de IVA (será?). Estás cheio de sorte filho :)

Pancada da grossa!

Ontem fartei-me de levar pancada. Fui jogar à bola e houve alturas em que fui um autêntico malho. Mas depois quando saí e ouvi as notícias percebi que afinal até fazia sentido! Foram pancadas indirectas de certeza ordenadas pelo governo! Assim, para além das pernas marcadas e de uma canela um pouco mais grossa que o habitual, fiquei com o ego marcado.

Ainda não sei ao pormenor o que vai acontecer para o ano que vem (nem sei se quero saber...) mas honestamente não é o corte dos subsídios de férias e de Natal que me choca mais. É verdade que se vai 14% do rendimento anual para o catano... mas para quem já trabalha há uns quantos anos e nunca o recebeu, é só uma questão de hábito. Haja trabalho e a vida sorri-nos para obtermos subsídios de outros lados.

Voltando ao tema, não é isso que mais me choca. O que me choca mesmo é o IVA. Já várias vezes aqui no blog se falou das injustiças deste imposto. Soube-se agora que vai haver alterações na taxa de IVA de muitos bens. Eu quero lá saber se o café sobe para 23% (já o tinha defendido aqui!); bilhetes de futebol (que eu costumo comprar, atenção!) e para espectáculos (idem) acho muito bem que aumentem; também acho que os refrigerantes vão finalmente aumentar. Agora, água engarrafada (sabendo que em muitos lugares a água da rede pública é uma valente merda) e leite com chocolate (e penso que restauração) a 23% sabendo que o vinho (!!!) vai continuar a 13%? Porque é estratégico... ???

Como já ouvi algures hoje, uma sopa passará a ter uma taxa de IVA superior a... uma garrafa de vinho! A água é taxada mais do que o vinho... Uma possível solução? Sopas de cavalo cansado!!!

Pelo menos uma ida ao restaurante, um refrigerante ou um café terão uma prioridade de consumo tão grande como um pacote de fraldas... (mesmo assim só acredito vendo, porque algumas destas foram propostas avançadas no passado, comentadas neste blog, mas nunca colocadas no papel).

terça-feira, outubro 11, 2011

O que eu gostava mesmo?

Que cada um se metesse na sua vida e deixasse de andar a tentar chatear/lixar/***** os outros...

terça-feira, outubro 04, 2011

Não há paciência...

Nova resposta da Segurança Social...

"Relativamente ao seu contacto, que desde já agradecemos, informamos que independentemente que as entidades empregadoras tenham direiro á isenção ou redução de pagamento de contribuições, os trabalhadores por conta de outrém têm de descontar obrigatóriamente os 11% por cada entidade que estejam vinculados.

AS ISENÇÕES OU REDUÇÕES NÃO SE APLICAM AOS TRABALHADORES POR CONTA DE OUTRÉM."

domingo, outubro 02, 2011

Onde é que eles ouvem disto???

Um relógio à direita da porta da sala e um quadro à esquerda. Decidi trocá-los, passando o relógio para a esquerda e o quadro para a direita (pronto, se calhar já estão todos confusos com o que estou para aqui a dizer). Posto isso, sua excelência Rui, ao ver o relógio a ser colocado, exclama:

Com a breca!!!

Nem faço ideia do motivo por que razão disse isto. Só sei que a cada dia que passa fico mais espantado com estes miúdos. Já hoje o Rui tinha exclamado um "Impressionante!" (já não me lembro sobre o quê). E ontem o meu afilhado (para quem não sabe está na primeira classe) diz que quando for grande quer ser... Paleontólogo!!! (e eu pergunto quantos adultos saberão ao certo o que faz um...).

sexta-feira, setembro 30, 2011

Idiotices nas redes sociais

Começo a ficar farto de olhar para o Facebook e ver histórias não sei do quê a dizer para colarmos no mural. Já passou a fase em que até aparecia malta a dizer que ia ao WC, agora é esta... Às vezes apetece-me escrever assim:

Sou eu e muitas vezes passo por um cão. Gosto de carne mas passo por alguém que gosta de roer ossos. Se gostas disto, olha, põe no teu mural e espera que uma matilha te roa os tornozelos e os chinelos.

Ou então:

Se tens uma irmã anormal como a minha, então coloca isso no teu mural se tiveres coragem... (obrigado Carlita, por existires e permitires estes momentos...).

É ainda possível escrever:

Brigamos por pequenas coisas, queremos um carro novo, um telefone novo, isto e aquilo... mas alguém que tem burriés apenas quer uma coisa: tirá-los!!! (para quem não sabe os burriés são os macacos do nariz). Eu sei que 98% não vão colocar isto no vosso mural. Os outros 2% também não que isto é um bocado estúpido de se pôr!!!

Raios partam o Facebook (e eu se não ponho isto já a seguir no meu mural...).

segunda-feira, setembro 26, 2011

Ainda há paraísos por cá!

Lado esquerdo... água! Lado direito... água! Em frente... água!!! Depois há fotos assim... Só tenho mesmo pena dos meninos não poderem ter ido...


sexta-feira, setembro 23, 2011

Aquele Abraço...

Foi uma noite boa, muito boa... que acabou com um excelente Abraço! OBRIGADO :)

quinta-feira, setembro 22, 2011

Segurança Social

Alguém me explica que sentido faz eu descontar para a Segurança Social sobre um montante que está sujeito a redução remuneratória? E por que razão a mesma entidade em dois períodos diferentes faz duas leituras distintas? E por que razão duas entidades têm leituras distintas?

Tanto porquê...

quarta-feira, setembro 21, 2011

Últimos restinhos...

Hoje já houve aulas, mas ontem ainda foi assim...


Agora há que aproveitar os dois dias que ainda faltam, com sol e mar, porque a partir da semana que vem vai ser a partir... principalmente às 3f... sair às 7 da manhã, chegar às 21h30, 1h para almoço (para aproveitar e ir encher o tanque a terra de nuestros hermanos) e receber apenas 60% daquilo que efectivamente se trabalha...

terça-feira, setembro 20, 2011

Meu Amigo Alberto João!

A Madeira é mesmo um jardim! Acredito que seja, apesar de nunca lá ter ido e de eu ser um bocado alérgico a flores e de não gostar de abelhas. Mas isso são outras histórias.

Sim, confesso que sou um admirador do Alberto João. Escusam já de desligar os computadores que já vão descobrir porquê...

Foi descoberto nos últimos dias um buraco de (quê?!?) mil milhões de euros. Foi isso? Uns dez superjackpots do Euromilhões. É, não é? Pois, é mesmo por isso que sou Amigo dele! Já viram que buracão que lá está? Conseguem imaginar quantos ossos é que cabem dentro daquele buraco???

Blog com nova roupa...

... agora até dá para votarem nisto!

... e amanhã é dia de praia!

O que será que vou OPAR a seguir?

Um lugar comum que tenho ouvido muito nos últimos tempos: "a vida prega-nos grandes partidas". Posso acrescentar que nós também a fintamos, que provavelmente não é mentira...

Hoje, ao procurar uma foto do Ruizinho, dei com um post do meu blog. Um post que não tem nada de especial, a não ser que me fez rir. 30 de Junho de 2007: uma OPA feita ao então governo da República Portuguesa. Perguntam então o que é que isto tem de extraordinário? Nada... a não ser que, olhando para o meu blog, não consigo encontrar nenhum post como aquele nos últimos tempos. Reflexo de muitas mudanças que ocorreram e que fizeram parar o blog (e não só...).

Porquê agora? Não sei. Outro lugar comum é que "nada acontece por acaso" (confesso que este não tenho ouvido ultimamente). Porque é que isto vem numa insónia de 20 de Setembro? Porque é que parei naquele post e não noutro? Sei lá. Mas, ****-**... o suficiente para perceber que não é isto que quero para o meu blog!!!

Já agora, a foto em causa era uma foto do Ruizinho a dormir na palma da minha mão. Algures noutro lado, uma foto que eu apelidei como uma das fotos da minha vida!

sábado, agosto 13, 2011

1 Aninho da Aninha

Obrigado a quem veio cantar os Parabéns à minha menina e comer uma fatia de bolo connosco!


domingo, julho 31, 2011

...

Conta uma lenda que um homem tanto acusou o seu vizinho de ser ladrão que um dia o seu vizinho acabou por ser preso. Algum tempo depois, descobriram que era inocente. O rapaz foi solto e, após muito sofrimento e humilhação, processou o vizinho.

No tribunal, o vizinho disse ao juiz:
- Comentários não causam tanto mal…

E o juiz respondeu:
- Escreva os comentários que você fez sobre ele num papel. Depois corte o papel e atire todos os pedaços no seu caminho até casa. Amanhã, volte para ouvir a sentença!
 
O vizinho obedeceu e voltou no dia seguinte. O juiz começou então:
- Antes da sentença, terá que apanhar todos os pedaços de papel que espalhou ontem!

- Não posso fazer isso, meritíssimo! – respondeu o homem. O vento deve tê-los espalhado e já não sei onde estão!
 
Então o juiz respondeu:
- “Da mesma maneira, um simples comentário que pode destruir a honra de um homem, espalha-se a ponto de não podermos mais consertar o mal causado.”

segunda-feira, junho 13, 2011

E depois...

Hoje descobriram isto. O próximo passo é descobrirem que afinal quem escreve no meu blog não é o meu cão...

sábado, março 12, 2011

Há datas marcantes...

Num dia triste pus-me a pensar na minha vida profissional que começou no início do mês e que infelizmente a avó não teve a oportunidade de saber das últimas notícias, que certamente a deixariam orgulhosa.

No início do mês assinei contrato com a Universidade de Évora e comecei a dar aulas na Escola Superior Agrária em Elvas. Denominador comum: dia 1 de Março. E que tem este dia de importante? Para mim tem muito: facilmente reconhecem o dia de aniversário de quem sempre serviu como um farol nestas andanças. E que curiosamente há alguns dias até lançou um livro.

Serve por isto este post para homenagear a minha Madrinha! Que hoje merece um duplo beijo: por servir de farol e para lhe dar força neste dia difícil. E assim de ressalto vai também um beijo para a minha Mãe... porque pelo mesmo motivo hoje foi dia difícil... e porque sempre serviu de farol (ainda que de outro modo).

quarta-feira, março 02, 2011

Haja coerência!

BE apresentou proposta (entretanto aprovada) para "o fim da política de abates em canis e mais direitos para estes animais sem dono". Entretanto são apoiantes da eutanásia...

quarta-feira, fevereiro 16, 2011

Geração também de muita preguiça e conformismo!

Os Deolinda inventaram uma música nova que tem tido um sucesso enorme principalmente no Youtube. A semana passada começou a ter tempo de antena e foi imediatamente primeira página dos jornais como o hino da geração "à rasca". Hoje dou comigo a ver um telejornal da SIC em directo do Técnico para esmiuçar esta situação. Entrevistam jovens e pais de jovens para tentar perceber o que se passa. Ouvem-se muitas coisas que são verdade: empresas que procuram pessoas com experiência (e um recém-licenciado não a tem, é um facto), quando é fora da área da licenciatura queixam-se que a pessoa tem habilitações a mais (aqui talvez... tirar as habilitações do CV pode ser solução), ausência de respostas a concursos... só da parte que ouvi. É um facto que tudo isto acontece. Mas acho que se tem que repensar um pouco também em muita coisa.

Com todo o respeito que tenho pelas pessoas que tiram esses cursos, um dos entrevistados é licenciado em... cinema. Uma actividade em que provavelmente a oferta é muito reduzida; um outro é licenciado em gestão hoteleira - em ambiente de crise há vários hotéis a fechar, por exemplo. Entretanto entrevista-se o presidente (não tenho a certeza se é este o cargo) do Técnico que diz algo que é mais do que óbvio e parecido a isto: "em áreas com menos oferta arrisco-me a dizer que o desafio é a criação da própria empresa".

A questão a meu ver é que tem que se ir também mais a fundo. A música dos Deolinda fala no início que esta é a geração dos que vivem em casa dos pais. E continua com "se já tenho tudo para quê querer mais?". Ou seja, há aqui logo uma incoerência pois parece indicar que há algum conformismo. Conformismo que fica também bem patente quando a música diz "Sou da geração "vou queixar-me para quê" / há alguém bem pior do que eu na tv.".

Pelo meio entre aquelas duas frases surge algo como "E ainda me falta o carro pagar". Ninguém é obrigado a comprar novo, carro caro ou último modelo (quem diz isso diz telemóvel, mp3, etc. e tal).

Parece que com isto concordo com o que se passa e que tudo está bem. NÃO! Há muito pouca coisa bem, mas também muitas destas coisas são ausência de vontade das pessoas. As coisas não caem do céu e há que lhes dar valor. Dou sempre o mesmo exemplo, doa a quem doer: as propinas da universidade. Muitos alunos se queixam sobre as propinas serem elevadas. Não sou a favor do ensino superior pago pelo utente, mas há que ver um pouco as coisas: as propinas são 1000 euros por ano (números redondos, pelo valor máximo). Considerando 10 meses de aulas dá 100 euros por mês, o que dá 25€ por semana. Sim, nem todos podem pagar isto. Mas muitos dos que se queixam gastam tanto ou mais em borgas... Adiante.

Falo em preguiça e conformismo porque acho que também eles são motivo para que a geração ande à rasca. É que eu faço também parte da geração dos recibos verdes. Com mestrado cheguei a trabalhar e receber 750€ por mês com recibo verde. O que dava 600€ líquidos por mês, sem direito a subsídio de férias, Natal ou de alimentação. Durante 3 anos fui bolseiro. Ganhava um pouco mais mas continuava a não ter subsídios. Acumulei com tudo isso horas de formação (em 2009 dei mais de 1000h...), explicações, escrevi livros (está a sair o sexto menino), cheguei a fazer projectos... Dei formação em Évora, Faro, Reguengos, Portel, São Manços; fui discutir artigos a Vila Real, Grécia, Japão e Gales; fui dar aulas a Angola duas vezes... Considero-me uma pessoa de sorte neste aspecto, mas acho que se procurarmos um pouco mais, se lutarmos e se formos bons, aparece sempre algo...

segunda-feira, fevereiro 07, 2011

Gosto de ti desde aqui até à lua...

video

Obrigado Filho!

Sábado, depois de um abraço... "Mas não estou triste! Porque gosto de ti e estás aqui comigo."

Domingo, do nada: "És o meu melhor Amigo! E eu sou o teu melhor Amigo!".

Obrigado Rui. Porque sozinho tornaste este fim-de-semana mágico! (vá, os cocós da mana também ajudaram).

E a teu pedido, estaremos em princípio na Luz no próximo domingo!

domingo, fevereiro 06, 2011

Olhos doces

Uns são profundos...
Os outros são límpidos...
Ambos são sorridentes e doces...