quinta-feira, julho 30, 2009

As palavras do Rui

A pedido dos avós e tios emprestados do Rui, vamos fazer o levantamento das palavras que ele mais usou aqui no Algarve. Sem tradução! Para que todos (à excepção da Carla) possam adivinhar:

Deta
Quéíaiú
Poco
Tá cua
Tá quinqui
Tá chia
Caxamães
Popó Uó
Xita
Popó-mota
Cóio
Bôio
Miko
Apaia
Uão

Adivinhem! Quem acertar todas ganha um prémio...

quarta-feira, julho 29, 2009

Uma amostra de um vídeo do Ruizinho na praia...

video

O Rui no Algarve...

As saudades são imensas (e ainda vão aumentar, pois estou quase de partida para África). Fazer estas fotografias deixou-me com o coração um pouco apertado... Mas assim já todos podem partilhar da alegria do Rui aqui pelo Algarve, durante os dias em que estivemos todos juntos aqui :)

quarta-feira, julho 22, 2009

Fotos do Rui!

Aqui vão algumas fotos do Rui, aqui pelo Algarve :)

Na piscina...

O engatatão!

A correr pela praia!

Que piada!

Os olhos doces de sempre...

A guitarra cá de baixo!

Lambusado de chocolate...

sexta-feira, julho 17, 2009

Concordo!

Na semana passada o pseudo dizia, num fórum não sei do quê que se sentia emocionado quando distribuiu os diplomas das novas oportunidades. Hoje distribui pelos meus formandos do Algarve os seus diplomas e sou forçado a concordar com ele: foi um momento que me encheu as medidas. Mas, claro, por motivos diferentes. Enquanto eu me senti feliz por entregar os diplomas, fruto do meu trabalho e de perceber que os formandos gostaram e deram valor ao que eu trabalhei com eles, sua excelência não pode ser por esses motivos, pois para ele não custa nada. Suponho que a emoção dele tenha a ver com o facto de nunca ter visto um diploma a sério...

Uma notícia de hoje: o Banco de Portugal está sem supervisor desde há cerca de 8 meses. Isto porque o antigo supervisor foi fazer parte da equipa de gestão do... BPP. Se calhar é melhor mesmo não fazer supervisão, pois espera-nos um melhor lugar algures...

Tudo isto num país em que há suspeitas de uns pais que vendem os filhos a um pedófilo. Isto depois de, enquanto jovens, terem sido abusados exactamente pelo mesmo indivíduo. Chocante, pervertido, incrível... É o país dos chifres...