sexta-feira, julho 04, 2008

Realidade ou ficção... dá para rir!

É daquelas histórias que se recebem por mail, em que se diz ser verídica... Sendo ou não (por um lado custa a acreditar; por outro há mesmo gente estúpida...), aqui fica, pelo menos para nos rirmos...

Uma professora universitária, acabava de dar as últimas orientações aos alunos, acerca do exame, que se realizaria, daí a uma semana. Finalizou, chamando a atenção de que, não haveria desculpas para a faltas. Nenhum aluno deveria deixar de estar presente, salvo motivo muito grave, como acidente, doença ou morte, do próprio ou de parente próximo...!

Um engraçadinho, que estava sentado no fundo da sala, perguntou com aquele ar matreiro, de cinismo parvo e arrogante, se um "extremo cansaço" por manifesto excesso, de actividade sexual, poderia ser incluido, na lista justificativos!?!

A turma explodiu em gargalhadas, com a professora a aguardar pacientemente que o silêncio fosse restabelecido. Logo, que isso aconteceu, ela olhou para o palhaço e respondeu:

"Isso não é um motivo justificado. " - e continuou, serenamente,..."Como o exame será de escolha múltipla, você pode vir para a sala e escrever com a outra mão... ou, se não se puder sentar, pode responder de pé!"

1 comentário:

Eng. ERASER disse...

não acredito que tenha acontecido, mas tem a sua piada!!!

É como a mítica do "apalpe-me os seios" durante um exame oral de direito!!!